Brotos de Crucíferas

Brotos de repolho, brócolis, couve, couve-flor, couve Bruxelas, rúcula, agrião, mostarda e nabo.

Os vegetais crucíferos pertencem à  família das  Brassicas . Essas plantas recebem o nome da  palavra latina “ Cruciferae ” , que significa cruzamento, devido à forma de cruz de suas flores. Tem chamado a atenção da comunidade terapêutica  por suas propriedades nutricionais e promotoras da saúde. São eles o repolho, brócolis, couve, couve-flor, couve Bruxelas, rúcula, agrião, mostarda e o nabo. Estes vegetais possuem poucas calorias e são ricos em nutracêuticos que contribuem sinergicamente para a promoção da saúde. Embora os perfis nutricionais individuais possam variar, os vegetais crucíferos tendem a ser ricos em vitamina A, vitamina C e vitamina K, além de fibra alimentar. Na fase de brotos é quando estes nutrientes estão mais concentrados.

Os vegetais crucíferos também são únicos porque possuem compostos que contêm enxofre chamados glucosinolatos, que lhes conferem um aroma pungente e sabor picante. Eles têm sido associados a uma longa lista de benefícios para a saúde, possuem propriedades de combate ao câncer, de melhoria da saúde do coração,  incrementam a perda de peso, promovem o equilíbrio do estrogênio e a redução da inflamação crônica.

De acordo com o Instituto Americano de Pesquisa do Câncer, os nutracêuticos encontrados em vegetais crucíferos têm sido associados a prevenção de câncer . Estudos demonstraram a capacidade de impedir o crescimento de células cancerígenas para tumores na mama , revestimento do útero (endométrio), pulmão , cólon , fígado e colo do útero . Estudos que acompanham as dietas das pessoas ao longo do tempo descobriram que as dietas ricas em vegetais crucíferos estão ligadas a taxas mais baixas de câncer de próstata .

Esse alto teor de glicosinolato, que diferencia vegetais crucíferos de outros vegetais, que desencadeia uma resposta antioxidante e anti-inflamatória,  contribuindo para a manutenção da homeostase celular. Os glicosinolatos e seus derivados de degradação, especialmente os isotiocianatos e indole-3-carbinol , exercem uma variedade de atividades biológicas que podem ser relevantes para a promoção da saúde e prevenção de doença em seres humanos.

Indol-3-Carbinol é um fitonutriente que possui diversas propriedades, das quais, as principais são: agir como agente antioxidante, anti-inflamatório, antineoplásica e antitumoral, pois ele promove o aumento da apoptose celular nas células cancerígenas, além de inibir e parar o crescimento de linhagens tumorais.

Nos estudos em série de laboratório descobriu-se que o brócolis e outras Brássicas são ricas em fitoquímicos que induzem essa detoxificação das enzimas na Fase 1 da carcinogênese e reforçam a atividade antioxidante das células nos mamíferos. Toda essa atividade detox é atribuída a molécula conhecida por Sulforano, que se forma no momento que glicosinolatos, encontrados nas Brássicas entram em contato com uma enzima, mirosinase, também encontrada nesses vegetais.

Essa supersubstância química presente nas brássicas, o sulforano, combate o câncer de 3 maneiras:  1°pode retardar os processos no interior das células danificadas, dando aos sistemas de reparo uma chance de agir. Em 2° aparentemente encoraja a morte das células cancerígenas (células capazes de causar o câncer), retardando a formação dos tumores. Em 3° o sulforano energiza as células a produzirem diversas enzimas que formam uma importante linha de defesa na batalha interna contra o câncer. Eles fazem parte do sistema de desintoxicação e podem acelerar a expulsão dos carcinógenos. Brotos de brócolis de 3 a 7 dias contêm níveis de 10 a 100 vezes maiores de glicosinolatos, o precursor do sulforano, que o correspondente na planta madura.

Os vegetais crucíferos também são um dos melhores alimentos quando se trata de aliviar a inflamação. A inflamação é uma resposta imune normal projetada para proteger o corpo contra doenças e infecções. A inflamação crônica, por outro lado, está na raiz da maioria das doenças e acredita-se contribuir para o surgimento de doenças cardíacas, câncer, diabetes e artrite reumatoide.

Pesquisas  atuais tem provado haver uma associação entre vegetais crucíferos e níveis de estrogênio. Isto é graças à presença de indol-3-carbinol, encontrado em vegetais crucíferos que ajuda a regular a atividade e o metabolismo do estrogênio.  Devido a esse composto, o consumo de vegetais crucíferos pode ajudar a regular os níveis de estrogênio para evitar efeitos colaterais adversos.

Porém como os vegetais são armazenados e preparados podem reduzir o teor de nutrientes benéficos, o consumo de brotos de brássicas traz mais essa vantagem, de tudo estar conservado, vivo, até o momento do consumo.

4 thoughts on “Brotos de Crucíferas”

  1. Por favor vcs vendem sementes de rúcula, couver flor, queria comprar com o kit ? Se tiver qual valor?

    1. Oi Tania!!
      Rúcula e couve flor ainda não! dão brotos deliciosos mais por enquanto só temos esses que estão descritos!

    1. Oi Isa!!
      Tem todas essas informações aqui, no próprio site!!
      Depois de aprovado o pedido nós postamos no dia seguinte e os correios levam até 10 dias para entregar!
      Abraço
      Nilson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *